sexta-feira, 21 de junho de 2013

Pássaros foram feitos para voar!

Laelia Tonhozi *


Sempre foi muito comum as pessoas terem pássaros como animais de estimação.
O pássaro da vez, ou seja, da moda, é a calopsita.
Imagine: a Calopsita vem da Austrália, precisa de grandes espaços para viver (e voar!), vive em bandos. Segundo o que eu li na internet, é uma ave muito inquieta, que pode  emitir gritos por horas seguidas, mas pode assobiar e algumas chega até a falar as palavras que ouve com muita freqüência. Dizem que apenas os machos conseguem falar, mas há algumas exceções em que as fêmeas conseguem falar.
Li em outro lugar, também na internet, que a calopsita é um animal doméstico ! Como é que pode ? Se é um animal silvestre (embora não seja brasileiro, é uma ave autorizada pelo IBAMA para ser criada no Brasil), como pode ser um animal doméstico ?


É um contrassenso pensar que animais que foram feitos para voar e estar com outros da sua espécie, possam ficar presos em gaiolas, sem um companheiro de sua espécie. Isto é privá-los de sua própria natureza, em benefício de nosso egoísmo.
Mais parece que temos o corpo da calopsita: não temos a alma da calopsita. A alma, o espírito, ficaram lá nas matas. Lá na Austrália...

Quando colocamos um animal em uma gaiola, temos o corpo do animal,
 pois seu espírito ficou na natureza
Na realidade, todos os dias estão inventando alguma coisa nova pra gente consumir: mesmo que isto não faça bem pra ninguém. Só para quem ganhou dinheiro com isto !
Não sustente estabelecimentos que vendem animais, pois quanto mais você comprar, mais você estimula a criação e a venda de outros, que serão privados da sua natureza. Sem contar que os animais não são objetos ou coisas !
Assim, se você tiver o desejo ou estiver bem ciente e certo de que quer (e pode !) cuidar de um animal por toda a vida em que este viver, adote um !
Há milhares de cães e gatos sedentos por um lar ! E com muito amor pra lhe dar !
Pássaros têm asas para que possam voar livremente, não para que fiquem presos em gaiolas !
Caso você tenha um, já considerou a ideia de enviar seu pássaro solitário para um bom santuário de animais para que possa viver livre com outros de sua espécie ?

Laelia Tonhozi é educadora ambiental e coordenadora de educação e cultura do Movimento SOSBICHO

3 comentários:

  1. Resgatei uma calopsita que provavelmente fugiu e estava quase sendo pega por um gato. Estou com ela, mas sou totalmente contra manter pássaros em gaiolas ou cortar suas asas. Mas também não posso soltá-la, pq provavelmente morrerá, pois é uma ave exótica, isto é, da Austrália e não conseguiria sobrevir solta no Brasil. O que faço? Quero encontrar um santuário onde ela posso pelo menos ficar solta, voar em um grande viveiro com outras da sua espécie. Sou da região metropolitana de São Paulo, cidade de Cotia. Por favor! Alguém pode me indicar um santuário?

    ResponderExcluir